Menu Lateral
 
São Tiago, 25 de Abril de 2017 :: 79 visitantes online.

Secretaria de Saúde intensifica mobilização contra a dengue

Publicado em 18/10/2013 00:00:00


Com a chegada do período de chuvas chega também a preocupação com o aumento de focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Esse problema, que já foi detectado inúmeras vezes na cidade, merece atenção especial e cuidados redobrados nessa época.  

Um dos trabalhos que a Secretaria Municipal de Saúde desenvolve contra esse problema é o realizado pela Vigilância Epidemiológica que fiscaliza e combate os focos de Aedes em São Tiago. De acordo com Gilmar da Silva Morais, supervisor do setor no município, o trabalho de combate à dengue se divide em duas etapas. “Primeiramente é feita uma pesquisa em 20% dos domicílios para descobrirmos aqueles locais que têm foco do mosquito. Depois disso, fazemos o extermínio de todos os focos detectados e de outros possíveis num raio de 300 metros”, explica.   

Porém quando há caso confirmado de dengue o procedimento é outro. Primeiramente é feito um levantamento para saber se a pessoa viajou ou recebeu visitas de outra cidade e em seguida é feita a nebulização, o famoso “fumacê”, em todo o quarteirão e nas adjacências. “Esse produto é um inseticida que age de forma mais rápida e intensa nos mosquitos, matando-os, evitando que contraiam o vírus e o transmitam a outras pessoas”, esclarece.  

Entretanto o grande número de focos já identificados na cidade é motivo de alarme por parte da Vigilância. Só em 2013 já foram registrados 57 focos do mosquito, sendo o Centro o bairro mais infestado. Embora seja feito um trabalho de fiscalização o ano todo, o cuidado com a dengue tem começar nos domicílios, pelos moradores, já que esse combate não pode ser feito apenas uma vez por ano. “O ovo do mosquito da dengue sobrevive em local seco até 450 dias. Se dentro desse período ele receber água, haverá a fecundação e o mosquito nasce em 3 dias”, explica Gilmar, que ainda salienta que já foram encontrados focos do mosquito até mesmo em água suja e em caixas de gordura, sendo de extrema importância a ajuda das pessoas no combate à dengue.

Ajuda que Aguida Vieira oferece sem relutar. A comerciante afirma que é muito importante o trabalho da vigilância, mas que cada um deve fazer sua parte. Ela, que mora na Avenida dos Expedicionários e é dona de um restaurante no Trevo da cidade, conta que evita de todas as formas lugares que possam acumular água, tanto em casa como em seu comércio. Aguida ainda ressalta que as pessoas só se conscientizam depois que vêem o problema de perto. “A conscientização tem que partir de nós. Antigamente, por exemplo, as pessoas tinham o hábito de colocar pratos em vasos de plantas de não se importavam que eles acumulassem água.  O que é uma tradição, hoje oferece risco para nós”, declara.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a partir da próxima semana os agentes comunitários de saúde começarão a panfletagem, explicando de casa em casa, nas suas áreas de atuação, quais são os principais cuidados para se evitar a dengue. Porém é necessário que a população faça sua parte e se conscientize de que esse é um problema para ser evitado o ano inteiro.

Dessa forma tarefas simples podem e devem ser feitas para prevenir a dengue,

 como:

- Tampar as caixas d’água;

- Limpar calhas;

- Tampar galões, tonéis, poços, latões e tambores;

- Cobrir e secar pneus que não estão sendo utilizados;

- Limpar e tampar ralos utilizados esporadicamente;

- Limpar e secar as bandejas de ar-condicionado;

- Limpar e secar as bandejas de geladeira;

- Vasos de plantas sem pratinho;

- Não acumular água em bromélias e outras plantas;

- Fechar os vasos sanitários que não são usados constantemente;

- Virar os baldes com a boca para baixo;

- Esticar lonas de cobertura para não formar poças;

- Não jogar lixo e vasilhas em lotes vagos;

- Cuidar da horta e limpeza da mesma;

- Sempre tratar a água de piscinas e fontes;

- Não deixar água acumulada no telhado e/ou laje.

E a Vigilância Sanitária ainda ressalta que o telefone 3376-1014 pode ser acionado caso qualquer pessoa da comunidade queira denunciar o descuido com a água parada. 

Michele Santana - Departamento de Comunicação 

http://saotiago.mg.gov.br


Mais Notícias

(c) 2017 - Prefeitura Municipal de São Tiago
Endereço: Praça Ministro Gabriel Passo, nº 681 Cep: 36.350-000 - Cidade: São Tiago / MG
Tel.: (32) 3376-1022 - Email: prefeitura@saotiago.mg.gov.br

Versão: 2017.04.10
Alternar para Versão Mobile
Desenvolvido por: